segunda-feira, 15 de abril de 2013

A Glória dos Traidores

Título: A Glória dos Traidores
Autor: George R.R. Martin
Editora: Saída de Emergência

Sinopse:
O bafo cruel e impiedoso do Inverno já se sente. Quando Jon Snow consegue regressar à Muralha, perseguido pelos antigos companheiros do Povo Livre, não sabe o que irá encontrar nem como será recebido pelos seus irmãos da Patrulha da Noite. Só tem uma certeza: há coisas bem piores do que a hoste de selvagens a aproximarem-se pela floresta assombrada.

Opinião:
Quase um ano volvido, tardou muito a leitura deste sexto volume. Tendo iniciado a minha experiência "Guerra dos Tronos" com a sua versão televisiva, rapidamente a abandonei em prol dos originais escritos. No entanto, uma vez percorridas as páginas dos primeiros 4 volumes, a curiosidade falou mais alto, e fui mantendo o pequeno ecrã debaixo de olho, até cerca de metade da segunda temporada. Algumas cenas, que creio terem sido criadas especialmente para a televisão, uma vez que não me lembro de as ler, talvez me tenham deixado um pouco desanimada. De qualquer forma, não há desanimo que ofusque o brilho que lhe é devido, pelo que a leitura deste volume era inevitável.
"A Glória dos Traidores" não poderia ter um título mais adequado. Ainda em guerras, sempre em guerras, neste volume acompanhamos de perto os passos de dança que nos bastidores movem as montanhas que lutam nas frentes de batalha. Muito nos parece ser esclarecido, mas muito mais se mantém obscuro. Acompanhamos Aria na sua fuga sem rumo, Jon em batalha com a sua consciência e Tyrion em provação familiar. Assistimos à morte de personagens que amamos, de personagens que odiamos e continuamos a querer mais. 

Parecem pouco os 4 volumes que ainda se seguirão. Mesmo a render, tenho já pena do fim que antecipo. Uma leitura que se mantém extraordinária!

1 comentário:

  1. Olá :)

    Tenho um selo para ti no meu blog

    http://sinfoniadoslivros.blogspot.pt

    Beijinhos

    ResponderEliminar